Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Ó Dia Tramado!

Há dias tramados, em que desde a manhã a sucessão de episódios "enervativos", não pára. Comecei por ser alvo de um pedido completamente despropositado. Fiquei tão embasbacada que até agora não fui capaz de dar uma resposta! Há pessoas que não conhecem o seu lugar, definitivamente!

 

De tarde ia ficando com os neurónios em papa, tipo requeijão ou iogurte! Não é que estive 90 minutos a ouvir isto: "dragon ball, cuecas ao sol" (cantado com a música dos desenhos animados), "voces provocam, eu provoco", "filhos da p*t@", "vão pro c*r@lh*"...!!!

É um aluno NEE e que até agora tinha estado calminho mas hoje... hoje deitou cá para fora o que acumulou em duas aulas em silêncio.

 

E eu mandava-o calar e ele dizia-me logo que não se calava. Uma coisa de loucos! Os colegas diziam-me "ó teacher, já não aguento mais" e eu só lhes dizia, façam de conta que não está ali ninguém e que não estão a ouvir nada. é que o outro não faz nada nem comigo nem com a professora titular. Fica na aula apenas para perturbar.

 

Só vos digo que saí da aula com uma enxaquca de tal ordem que ia vomitando no meio do corredor de entrada da escola. Surreal!

 

Isto é praga, só pode!

Opá, quer-se dizer, uma gaija passa um fim de semana miserável com uma enxaqueca que não a deixa fazer mais nada a não ser tomar comprimidos e estar esticada na cama. 

 

Como um mal nunca vem só, as parvas das noites mal dormidas e com pesadelos começaram a dar um ar da sua graça (o que não tem tido graça nenhuma!). Se há duas noites sempre que começava a sonhar, começavam os pesadelos a aparecer - até me lembro de um a preto e cinzento - este noite foi a vez do levantar-para-ir-à-casa-de-banho!

 

De madrugada os passeios noturnos acalmaram mas depois quando saí do forninho, leia-se cama, fui fazer café e meter o nariz de fora da janela com o meu rico Bóbi, desatei numa espirradeira que não lembra a ninguém!

 

Opá ninguém merece isto! Xô moengas chatas! Vão lá melgar outra pessoa que eu já tive a minha conta! é caso para dizer "leave the teacher alone"! Opá tava eu tão sugadita...

Do fim de semana.

Este tem sido um fim de semana terrível para mim. Como o N. não veio, tinha pensado entreter-me com alguns projectos que tenho planeados para fazer novos trabalhos.

 

Ontem peguei nos tecidos e tesoura para começar no corte quando começo a sentir uma enxaqueca a "picar-me". Comecei a ignorá-la mas ela persistia. Tomei um comprimido que não fez efeito nenhum. Acabei por ter de parar o que estava a fazer e arrumar tudo pois deixei de poder suportar a luz do sol, o barulho da TV e até os cheiros. Tomei outro comprimido, protegi-me destes "agentes maléficos" e estiquei-me na cama. Ao início da noite aliviou um pouco.

 

Hoje de manhã, acordo com a mesma enxaqueca. Tomei novamente um comprimido, tomei um café e voltei para a cama até aliviar. Finalmente acabou por dar tréguas mas sempre que tentei fazer algo que exigisse mais concentração, a "chata" começava a dar sinal de si. Resultado: cortei várias coisas mas fazê-las não consegui. Ao fim da tarde, rendi-me à enxaqueca e acabei por me esticar na cama às escuras e com o Bobí deitado a meus pés a fazer companhia.

 

Dei aqui um saltinho para ver como está tudo por aqui e daqui a pouco volto para a cama. Espero que amanhã a enxaqueca tenha desaparecido pois já me chega a "dor de cabeça" das segundas-feiras!

Completamente arrasada.

Pois é mesmo assim que me sinto: completamente arrasada. Estou sem força, alento ou ânimo para fazer seja o que for.

 

Tenho estado o dia todo com dor de cabeça que culminou, ao fim do dia, numa enxaqueca. Acabei por me mandar para cima da minha cama, fechar os olhos e dormitar um bocado, às escuras e em silêncio. Melhorei um pouco.

 

Mas eu até sei o motivo disto tudo. O culminar da semana das avaliações - com o stress e nervos que lhe estão inerentes -, noites mal dormidas, aquela fase do mês e a odisseia de ontem com o telemóvel, deu nisto. Em vez de ter começado a semana de forma calma, não. Foi aquela correria até à escola, os nervos de não saber se iria encontrar o telemóvel, a seca de uma hora sentada no muro até ficar com o backside quadrado e depois o chegar a casa de transportes.

 

Assim que chego a casa, começa uma chuva e uma trovoada...! Ao subir a rua, já vinha de chapéu de chuva aberto mas quando entrei em casa, desabou o céu. A rua parecia um rio com tanta água e eu, se já não estava bem, ainda pior me fiquei a sentir.

 

Não sei se vos acontece o mesmo, mas a pressão atmosférica e dias como o de ontem, afectam-me sobremaneira a minha cabeça. Parece que tenho excesso de electricidade cerebral e não me sinto nada bem: fico mal disposta, com dor de cabeça e com sensação de náusea.

 

Em resumo, foi um dia para riscar do mapa de férias. Literalmente!

Coisas minhas.

O que faz uma moçoila airosa e trabalhadeira como eu quando tem resmas, paletes, gigabites de coisas para fazer e lhe entra uma enxaqueca daquelas que não lembra nem ao Menino Jesus?

 

Escolha a opção correcta:

 

1) Troca o neurónio;

 

2) Encerra a loja;

 

3) Pinta as unhas.

 

Quem acertar, ganha uma viagem de metro grátis à hora de ponta! Eu pessoalmente faço questão de empurrar colocar a pessoa na carruagem :P

 

E a resposta certa é... é... é... a número 3! Ah pois é, estou a pintar as unhas para ver se esta magana se vai embora e ao mesmo tempo a fazer terapia ocupacional para me abstrair da tal gaja. Como as unhas estavam uma vergonha (e esta é uma das minhas "fobias") estou a pô-las com um ar decente. Ah, e como o Benfica ganhou... red is the colour! {#emotions_dlg.benfica}

 

 

 

Oferece-se!

 

Acondicionada numa caixa resistente e sólida, de beleza única.

Resistente e fiel, companheira de muitas ocasiões.

Sensível ao som, com uma fotofobia grandiosa e de excelente efeito nauseante.

 

Pretende-se que o futuro possuidor seja: idóneo, sensível, trabalhador e com cabeça.

 

Recomenda-se:

- Bom ambiente familiar;

- Leito confortável;

- Isolamento sonoro;

- Ambiente escurecido.

 

A oferta pertence à espécie enxakekus xatus insistentis. Os interessados podem fazer a requisição de mais de um exemplar.

 

Os candidatos devem enviar as suas candidaturas, através de Curriculum Vitae pormenorizado, para: pessoinha@sapo.pt.

Após selecção, o candidato eleito será contactado o mais rapidamente possível. Boa sorte a todos!

 

 

Life goes on...

 Comecei o meu dia indo fazer o meu penso aqui ao “backside”. Hoje foi uma estreia, tanto para mim como para a enfermeira. Ela tem andado a fugir de mim mas desta vez, apanhei-a! Não sei se por estar grávida está mais sensível a “crateras” como a minha, pois passava sempre o frete a quem estava na sala de tratamentos com ela. Mas desta vez tramou-se porque estava sozinha. Lá teve que fazer o penso…
 
De seguida fui, finalmente, ao colégio. Durante as férias levou cá um lifting…! Estava todo pintadinho, salas a cheirar a novo do chão ao tecto e prontas a serem testadas pelos alunos. Ficou com um aspecto muito alegre e calmo. Espero que isto se reflicta nos alunos.
Já tenho a minha mancha horária e a minha lista de alunos. Tenho turmas do 1º, 2º, 3º e 4º anos. Vai ser uma alegria a fazer planificações, oh se vai…! Há uma turma que tem imensos alunos. Bem que a podiam ter dividido...
As aulas começam já na segunda-feira. Esta primeira semana vai ser só de apresentação e revisões para depois começarmos a sério.
Desde já faço uma declaração pública: não gosto do livro do 1º e 2º ano. Pronto! Pouco exigente e pouco apelativo em termos de grafismo e exercícios. Mas não fui eu que escolhi, por isso, tenho de me aguentar à bomboca… Mas deixem lá que arranjarei todas as estratégias e mais alguma como subterfúgio ao livro. Os melhores livros são os das editoras estrangeiras, quer queiram quer não…
 
Escusado será dizer que cheguei a casa mais morta que viva, apesar de não estar muito calor. Mas este estilo de vida à “flor de estufa” que tenho levado ultimamente, arrasa comigo nem que seja para ir ao fundo da rua. Vai ser giro quando as aulas começarem…
Ainda por cima tive uma visita inesperada esta tarde, de uma amiga que já não via há algum tempo: a minha amiga enxaqueca!
Ah pois é! Veio fazer-me uma visitinha ainda assim eu não me esquecesse dela. Eu bem a tentei mandar embora mas ela insistia em ficar. Tive de ser mazinha: tomei um comprimido, pus tudo escuro e em silêncio e deitei-me. Só assim ela fugiu.
Subitamente, fui interrompida no meu transe.
- Abre a porta! Esqueci-me das chaves!
Era a minha mãe a chamar-me à janela. Apanhei cá um susto! Tinha sido mais simples tocar à campainha, não?
 
That’s all for now…
 

Ela Volta a Atacar!!!

Ela actua ao nível da cabeça e provoca vários graus de dor. Os motivos que a levam a atacar são desconhecidos e variam de pessoa para pessoa.
 
Ela pode surpreender-nos quando estamos nervosos, inalamos algum cheiro forte, estamos com fome, expostos a tensão, ou desidratados, ou temos uma alergia alimentar.
 
As consequências do seu ataque interferem, quase sempre, com as nossas actividades pessoais e profissionais.
 
Algumas vezes apresenta aura e outras não. As auras são de natureza tipicamente visual: arco de luzes cintilantes, formas geométricas, etc. Também é comum incluir uma sensação de adormecimento ao longo de um lado da face, mão ou braço, e sensações olfactivas desagradáveis.
 
A mim, provoca-me náuseas, assim como fotofobia (intolerância à luz) ou fonofobia (intolerância ao ruído),
A melhor maneira de me defender dela, é deitar-me, colocar tudo às escuras, eliminar ruídos e cheiros para ver se ela vai embora sem me atacar e, se me atacar, desaparecer mais rapidamente.
 
Hoje atacou-me e ainda não me largou. As estratégias não funcionaram. Já havia algum tempo que ela não aparecia pois ela faz-me companhia constantemente. Deve ter tido saudades.
 
Maldita enxaqueca!!!

 

Sunday, bloody Sunday!!!

Mais um Domingo já cá canta... chatinho, monótono e típico. Boooooring! Daí o título! Não é um Domingo sangrento... é mesmo praguejar.

Lá se foi o N. mais uma vez. Desta vez foi acompanhado por uma dor de dentes.

Eu, por aqui, fiquei acompanhada por uma enxaqueca. Pelo menos não fiquei sozinha a tarde toda.

Andei aqui nas minhas voltas e revoltas e não fiz nada. Apesar de ter feito muita coisa.

Tratei dos meus negócios, das tralhas da escola e depois tive que me mandar pra cima da cama porque o raio da enxaqueca não me dava descanso.

Tenho que fazer aqui uma homenagem à minha amiga C.. É a única pessoa que lê assíduamente os meus posts e que tem a coragem de os comentar. Obrigada amiga. Eu vou fazendo o mesmo contigo.

Em relação aos outros, não custa nada, é só clicar onde diz  "comentar" e depois é dar largas à imaginação. Quem é que se candidata? Fico à espera...

Se faz favor de reparar e apreciar as inovações que eu coloquei no meu blog!!!...